Historial

O Grupo de Solidariedade Social, Desportivo, Cultural e Recreativo de Miro foi fundado Setembro de 1978, mas só em 20 de Agosto de 1980, fez a Escritura Notarial, com a primeira designação de Grupo Desportivo, Cultural e Recreativo de Miro.

Desde a nossa fundação, o Instituto Português da Juventude, (antigo FAOJ), foi a Instituição com quem fizemos parceria, para trabalharmos em programas mais dirigidos para os jovens: - Campos de Férias, Campos de Trabalho, Férias Desportivas, Ocupação de Tempos Livres, Voluntariado, Intercâmbios, etc.

O Atletismo foi a primeira modalidade desportiva no seio do Grupo, tendo como grande impulsionador o malogrado, Adelino Henriques, deixando o seu nome espalhado pelos mais diversos lugares do distrito de Coimbra.

A partir de 1984 filiamos o Grupo no Inatel, para darmos inicio à prática do futebol 11, nos Campeonatos distritais organizados por este Organismo, e aqui permanecemos até final da época 1994/1995.

Em 1986, a direcção pensou preencher uma das lacunas que mais se fazia sentir no seu seio, com objetivo preservar os usos e costumes das suas gentes, que se vinham dissipando através dos tempos, criando para o efeito o Rancho Típico de Miro "Os Barqueiros do Mondego". Esta secção autonomizou-se a partir de Dezembro de 2003, passando a designar-se por Rancho Típico de Miro “Os Barqueiros do Mondego” do GSSDCR Miro.

Ainda em 2003, criamos mais duas secções autónomas, em Janeiro; criamos a Associação dos Amigos da Caça e Pesca do GSSDCR Miro, e em Agosto; Associação para Actividades de Lazer e Desportos Radicais do GSSDCR Miro, são três secções que trabalham só e unicamente para os objetivos para que foram criadas.

Em 1996, como a modalidade de Futsal, começava a despontar, levando a que muitos jovens se interessassem pela sua prática. Filiamos o Grupo na Associação de Futebol de Coimbra, inscrevemos duas equipas (Juvenis e Seniores masculinos), para disputarem os Campeonatos Distritais organizados por esta Associação, inicialmente para cerca de 25 jovens.

Em finais do seculo XX, inscrevemos o Grupo da Segurança Social, com o objetivo de podermos ajudar os mais necessitados, alteramos o nome inicial para Grupo de Solidariedade Social, Desportivo, Cultural e Recreativo de Miro, até que no ano 2001, passamos a ser reconhecidos pela entidade tutelar, como Instituição Particular de Solidariedade Social, e considerada de Utilidade Publica, Iniciando a actividade com a Valência de Apoio Domiciliário, para servir 10 utentes em Janeiro de 2002.

Em 2005, vinte cinco anos depois da fundação, o sonho foi uma realidade, tivemos a nossa sede social, numa casa adquirido alguns anos antes, depois da reconstrução, aqui instalamos os Serviços de Apoio Domiciliário; o Museu; o serviço de transportes; a secção de Futsal, o Agrupamento de Escoteiros; o Rancho Típico de Miro "Os Barqueiros do Mondego"; os Desportos Radicais e a Caça e Pesca. 

Em Julho de 2006, assinamos com o Município de Penacova um contrato de comodato, para explorarmos o Complexo Turístico da serra da Atalhada, composto por Bar/Restaurante e Moinhos adaptados a Turismo em Espaço Rural, espaço que mantivemos até Abril de 2014..

Em Fevereiro de 2008, demos inicio à Construção do Complexo Social, através do Programa PARES, para aí instalar as Valências de Lar de Idosos; Centro Dia; Serviço de Apoio Domiciliário e Creche. Esta obra foi inaugurada no dia 1 de Junho de 2009, por sua Exª Sr. Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Eng. José António Fonseca Vieira da Silva com a abertura da Valência da Creche, e no dia 17 de Julho (Feriado Municipal de Penacova), com a abertura das restantes Valências, com a presença do senhor presidente do Município de Penacova, Eng Maurício Teixeira Marques.

Em 2012, criamos a Cooperativa "Produtos da Nossa Aldeia" Cooperativa Agrícola de Artes e Serviços e a GSSDCRM - Miro Viagens, Ldª.